Imprensa

Siemens Energy apresenta sua estratégia pós spin-off
  • Cerca de 1/6 de toda a eletricidade gerada no mundo é baseada na tecnologia da Siemens Energy
  • Portfólio líder de energia convencional a renovável
  • Compromisso claro para acelerar a lucratividade, conduzindo rigorosamente a excelência operacional, ajustes no portfólio e mudança gradual do foco de inovação para sustentabilidade e serviço
  • Meta clara para margem EBITA ajustada (antes de Itens Especiais) de 6,5% a 8,5% para o exercício fiscal de 2023

Em um Capital Market Day virtual, a Siemens Energy, líder mundial em infraestrutura para energia, apresentou hoje a sua estratégia pós spin-off. A Siemens Energy busca o crescimento lucrativo acelerado. A administração quer atingir uma margem EBITA ajustada antes de Itens Especiais entre 6,5% a 8,5% para o exercício fiscal de 2023. A Diretoria Executiva está empenhada em impulsionar a excelência operacional, ajustar o portfólio para atender à demanda do mercado e gradualmente mudar o foco de inovação e P&D para sustentabilidade e serviço.

 

“A separação do negócio de energia é um marco importante para implementar nosso conceito estratégico Visão 2020+. Criamos uma empresa independente líder no setor de energia com uma marca forte e a mais abrangente oferta desse segmento. Com isso, a Siemens Energy é a mais bem equipada para liderar a transformação de energia global de uma forma sustentável e economicamente viável. A nova Siemens AG, por sua vez, se tornará uma empresa transparente e significativamente isenta de riscos. Com seus principais negócios Digital Industries, Smart Infrastructure e Mobility, a empresa desempenhará um papel significativo na formação da digitalização industrial, denominada de Indústria 4.0”, disse Joe Kaeser, CEO

 

Player relevante para garantir o fornecimento de energia sustentável no futuro,

A Siemens Energy se tornará independente em um momento caracterizado por mudanças fundamentais nos  sistemas de energia em todo o mundo. O balanço entre combustíveis fósseis e fontes de energia renováveis está mudando. Ao mesmo tempo, cerca de 850 milhões de pessoas ainda vivem sem acesso à eletricidade. De acordo com estudos, a demanda global por geração de eletricidade aumentará em mais de 50% até 20401. Um dos principais desafios das sociedades, assim como para as empresas ao redor do mundo, é atender à crescente demanda por energia e, ao mesmo tempo, proteger o clima - e fazer isto de forma economicamente viável.

 

Devido à riqueza do seu portfólio e sua tecnologia de ponta, a Siemens Energy está bem posicionada para atender diferentes requisitos de clientes e da sociedade. Com 91.000 colaboradores em mais de 90 países, a empresa é líder mundial em quase toda a cadeia de valor da energia. Estima-se que 1/6 de toda a eletricidade gerada é baseada na tecnologia da Siemens Energy, corroborando que é uma empresa extremamente relevante para garantir suprimentos futuros de energia sustentável.

 

Christian Bruch, presidente e CEO da Siemens Energy, disse: “A Siemens Energy é um espelho do mundo da energia atual. Nossos produtos, soluções, serviços abrangentes e diversificados nos permitem atender à crescente demanda mundial por energia e, ao mesmo tempo, apoiar os esforços para reduzir os gases de efeito estufa. Isso nos coloca em uma posição ideal para atender nossos clientes na transição energética.”

 

Coragem para soluções temporárias

A crescente demanda por energia precisa ser atendida de forma ecologicamente correta - sustentável, acessível e confiável. Entretanto, a transformação do mercado de energia começa em uma ampla gama de pontos diferentes e avança em velocidades distintas. Depende do desenvolvimento econômico e agendas políticas de países individuais, bem como do seu acesso a fontes de energia.

 

“O desafio que nossos clientes enfrentam é converter suas instalações em uma configuração mais sustentável. Mas também precisamos enfrentar o fato de que esta transformação não acontecerá da noite para o dia. Ainda existem mais de 850 milhões de pessoas em todo o mundo sem acesso à eletricidade. Portanto, a questão é como transformar essa lacuna em um suprimento de energia acessível, confiável e sustentável”, disse Christian Bruch, presidente e CEO da Siemens Energy. “O que precisamos, portanto, é a coragem para encontrar soluções temporárias que nos tornem melhores hoje, com base em tecnologias disponíveis, como a maior eficiência ou o uso de combustíveis limpos. Ao mesmo tempo, precisamos continuar a usar tecnologias inovadoras para garantir que não fiquemos presos a soluções intermediárias. A Siemens Energy é o parceiro certo para enfrentar todos esses desafios.”

 

Líder do setor em descarbonização

Quando se trata de descarbonização, a Siemens Energy é a empresa líder do setor: mais de 50% do seu portfólio já está descarbonizado. Seu amplo portfólio inclui produtos que permitem a transição energética, como usinas híbridas e turbinas a gás que podem ser operadas com hidrogênio. A Siemens Energy também é um player importante em energia eólica e investe na economia do hidrogênio. Seu portfólio de transmissão isento de SF6 (hexafluoreto de enxofre) é líder do mercado. Com a ajuda dos produtos da Siemens Gamesa Renewable Energy (SGRE), os clientes já estão economizando mais de 260 milhões de toneladas métricas de gases do efeito estufa por ano.

 

A ESG (Environmental, Social, Governance) é um aspecto fundamental da estratégia da Siemens Energy. A empresa está comprometida com as ODSs da ONU e a atingir a neutralidade em relação ao clima em suas próprias operações até 2030, estabelecendo ao mesmo tempo metas rígidas para a saúde e segurança dos colaboradores. Adicionalmente, inclusão e diversidade são elementos-chave da estratégia de sustentabilidade da Siemens Energy. Em termos de diversidade de gênero, a Diretoria Executiva está empenhada em aumentar o número de mulheres em cargos de liderança nos dois primeiros níveis organizacionais abaixo da Diretoria Executiva em pelo menos 25% até 2025 e em pelo menos 30% até 2030.

 

Lucratividade acelerada

A Diretoria Executiva visa acelerar globalmente a lucratividade, impulsionando vigorosamente a excelência operacional, fazendo ajustes no portfólio para atender às demandas do mercado e mudar gradualmente em direção à sustentabilidade e serviços.

 

Christian Bruch, presidente e CEO da Siemens Energy, afirma: “A Siemens Energy é uma ótima empresa para enfrentar o desafio global de fornecimento e transição de energia, entretanto nosso desempenho precisa melhorar. A meta é aumentar nossa margem EBITA ajustada antes de Itens Especiais de 6,5% a 8,5% para o exercício fiscal de 2023”.

 

Na primeira fase da estratégia, o foco do segmento de Gás e Energia da Siemens Energy está em aumentar a lucratividade e o fluxo de caixa até o exercício fiscal de 2023. Entre os fatores motivadores mais importantes para a excelência operacional, a empresa está avaliando uma estrutura de custos mais enxuta, logística otimizada, compras centralizadas e redução dos custos de não conformidades. Por exemplo, a Siemens Energy enxugou recentemente sua oferta de turbinas a gás aeroderivadas. Além disso, a empresa está analisando atualmente uma potencial saída dos seus negócios que geram energia com o uso de carvão, gerando muito CO2.

 

Outra alavanca no segmento de Gás e Energia será um foco rigoroso na seleção de projetos e melhor execução. Projetos com uma margem de ciclo de vida negativa serão constantemente eliminados e os processos de licitação serão mais seletivos para melhorar a margem no negócio de projetos. A organização está avaliando no momento iniciativas de excelência operacional visando mais de 300 milhões de euros adicionais de economia de custo global bruto anual, acima da meta de economia já anunciada de 1 bilhão de euros até o exercício fiscal de 2023, comparada à base de custos do exercício fiscal de 2018.

 

O item Serviços é um importante impulsionador de valor

No centro da futura criação de valor da Siemens Energy temos o negócio de serviços, com altas taxas de conversão de até 100% (o último em grandes turbinas a gás de alta eficiência). O negócio de Serviços da Siemens Energy é altamente resiliente e está baseado em sua grande base instalada e contratos de serviços de longo prazo e geraram receitas de 9,5 bilhões de euros no exercício fiscal de 2019. Ainda no exercício fiscal de 2019, 51% da receita da Divisão de Geração está vinculada a serviços; em Aplicações Industriais, a contribuição para a receita foi ainda maior, em torno de 60%. Em Transmissão, os Serviços vêm de uma base pequena, porém está crescendo de forma semelhante à SGRE (Siemens Gamesa Renewable Energy). Considerando tudo, a carteira de pedidos de serviços dos segmentos do Grupo Siemens Energy foi de 48 bilhões de euros em 30 de junho de 2020.

 

Liderando a transformação da energia por meio de inovação

A Siemens Energy mudará seus gastos com P&D de acordo com critérios de retorno estritos visando serviços e sustentabilidade, os dois principais impulsionadores de valor na transformação de energia em andamento. O gasto anual de 1 bilhão de euros em P&D, bem como o fato de o Grupo ter um portfólio de mais de 24.000 patentes e modelos de utilidade, além de empregar aproximadamente 5.000 pessoas em P&D, mostra a importância da inovação para a Siemens Energy.

 

Base financeira sólida com potencial de crescimento significativo

A Siemens Energy tem uma base financeira sólida. O Grupo recebeu liquidez equivalente a cerca de 6,4 bilhões de euros, resultando em uma posição de caixa líquido da Siemens Energy (excluindo as atividades de negócios da SGRE) de cerca de 2,2 bilhões de euros, e uma carteira de pedidos substancial de 82 bilhões de euros, ambos em 30 de junho de 2020. A Siemens Energy demonstrou resiliência no exercício fiscal de 2019, com pedidos da ordem de 33,7 bilhões de euros gerados em todo o grupo e uma receita total de 28,8 bilhões de euros, resultando em uma solida relação BO/BI (book-to-bill) de 1,2. O principal KPI financeiro da divulgação de resultados do Grupo é o EBITA Ajustado antes de Itens Especiais, que aumentou de 1,46 bilhão de euros no exercício fiscal de 2018 para 1,52 bilhão de euros no exercício fiscal de 2019, dos quais 0,8 bilhão de euros foi gerado pelo segmento de Gas and Power. Para o exercício fiscal de 2023, a Siemens Energy visa uma margem EBITA Ajustada antes de Itens Especiais entre 6,5% a 8,5%.

 

Este comunicado à imprensa está disponível em sie.ag/2Gi8mC3

 

Para mais informações sobre a Siemens Energy, consulte: www.siemens-energy.com

 

Para mais informações sobre o Capital Market Day da Siemens Energy, consulte  www.siemens.com/investorrelations

 

Siga-nos no Twitter em:  www.twitter.com/siemens_energy

Imprensa

 

Siemens Energy

Tim Proll-Gerwe

Tel.: +49 (152) 2283-5652

E-mail:  tim.proll-gerwe@siemens.com

 

Felix Sparkuhle

Tel.: +49 (172) 6347850

E-mail:  felix.sparkuhle@siemens.com

 

Siemens AG

Florian Martens

Tel.:+49 (89) 636-22804

E-mail:  florian.martens@siemens.com