Estrutura confiável para garantir saúde à população

Quando as folhas das árvores começam a cair, há incidência de resfriados e picos de gripe. Normalmente, culpamos dias de chuva, temperaturas negativas ou colegas espirrando por todo o escritório. No entanto, a causa subjacente está diretamente ligada ao clima interno - e, felizmente, isso é algo que podemos controlar.

Hospitais para a população do Pará

Os projetos de dois hospitais no estado do Pará, nas cidades de Icoaraci e Itaituba, foram concretizados a partir de 2014 para ampliar o acesso da população paraense à saúde. Enquanto o hospital de Icoaraci localiza-se na região metropolitana da capital Belém, a unidade de Itaituba está a 1.300 km da capital, às margens do Rio Tapajós.

 

Uma particularidade tornava o hospital de Itaituba um empreendimento ainda mais desafi ador: além da localização em um ponto remoto do Oeste do Pará, a instituição foi concebida com a tarefa de ser um hospital regional, atendendo a população de pequenas cidades e vilarejos, isoladas às margens do rio.

 

Concluído o processo de licitação para as duas obras, a construtora Paulitec saiu-se vencedora e reuniu uma série de parceiros para realizar os projetos. Encarregada de diversos sistemas para os dois hospitais, a empresa Virtsat escolheu a Siemens para o fornecimento de soluções de detecção de incêndio e de automação.

 

Os sistemas de detecção de incêndio Cerberus PRO fornecidos pela Siemens são auto-endereçáveis, ou seja, identifi cam automaticamente todos os dispositivos instalados, permitindo um comissionamento mais ágil do sistema e eliminando erros de confi guração dos itens na central de alarme. Com a utilização de um software de customização, conferem também a possibilidade de programações complexas e a manutenção de arquivos de backup.

 

O sistema é composto por um conjunto de baterias e mecanismos de backup que conferem a funcionalidade plena mesmo em caso de fl utuações energéticas, como longo apagões.

Os sistemas de automação Apogee da Siemens, baseados em uma robusta estrutura de softwares e sensores, provêm funcionamento autônomo do sistema de ar-condicionado, ventilação, iluminação e integração com outros sistemas como controle de acesso.

 

Com recursos exclusivos de digitalização, os dois sistemas permitem acesso via smartphones e tablets e conexões remotas a seus dados, possibilitando o monitoramento e a atuação sobre o sistema. Tudo concebido de forma a criar o lugar perfeito, garantindo uma estrutura segura e efi - ciente, para que a administração das instituições concentrem-se em sua tarefa mais importante – cuidar das pessoas.

Assine a nossa newsletter

Mantenha-se atualizado o tempo todo: Tudo o que você precisa saber sobre eletrificação, automação e digitalização.