A digitalização torna a produção de suco de frutas ainda mais veloz

Para garantir uma produção eficiente e competitiva, o fabricante de alimentos austríaco Spitz confia na digitalização. A produção totalmente automatizada de pequenos lotes já garante extrema flexibilidade, eficiência e qualidade.

Todos os dias, cerca de 1,2 milhão de produtos saem da fábrica da Spitz em Attnang-Puchheim, na Alta Áustria. Com 30 linhas de processo e 35 plantas de envase e embalagem, a empresa fabrica muitos alimentos diferentes. Os produtos variam de licores, chás gelados e água mineral até bolachas, pão fatiado, molhos, geleias e, agora, mel. Esse espectro extremamente amplo de produtos produzidos em pequenas bateladas é particularmente desafiador para gerenciar.

Todos os dias, 1,2 milhão de produtos saem da fábrica da Spitz em Attnang-Puchheim

Novos produtos lançados ainda mais rapidamente

“A automação e a digitalização são extremamente importantes para a Spitz”, afirma Walter Scherb Jr., CEO do Grupo Spitz. “O objetivo é fabricar novos produtos ainda mais rapidamente no futuro. Para alcançar esta meta, estamos apostando no desenvolvimento das nossas próprias receitas como uma vantagem competitiva decisiva”.
 

Para fazer da produção a mais eficiente e econômica possível, a Spitz utiliza a tecnologia de digitalização da Siemens. “Nosso sistema de controle de produção não era mais capaz de lidar com as demandas da digitalização”, diz Scherb. “Queríamos implementar um novo sistema, pronto para o futuro e que pudesse ser expandido no longo prazo. Era importante para nós que pudéssemos controlar todos os processos de produção via um único sistema e processá-los em tempo real”.

“Queríamos implementar um novo sistema, pronto para o futuro e que pudesse ser expandido no longo prazo. Era importante para nós que pudéssemos controlar todos os processos de produção via um único sistema e processá-los em tempo real
Walter Scherb Jr., CEO do Grupo Spitz

Produção integrada

A solução integrada de ponta a ponta não só aumenta a estabilidade do processo e a qualidade do produto – ela também minimiza possíveis fontes de erro. A Spitz está usando soluções de sistema de execução de manufatura (MES) com o SIMATIC IT Production Suite. Esse software controla os sistemas de produção e manufatura, combina os processos de produção com a cadeia de distribuição e fecha a lacuna entre os sistemas de negócios e os sistemas de controle de processos. Tanto o gerenciamento de materiais quanto a aquisição de dados operacionais estão integrados à solução de automação.

Mudança de produto ao aperto de um botão

Uma linha de produção pode ser trocada para um outro produto praticamente ao aperto de um botão. Cada troca de produto precisa ser otimizada para minimizar perdas e atrasos. Embora o tempo de preparação de determinadas máquinas precise ser levado em conta, o controle real do processo é executado automaticamente, assim como a coleta das quantidades especificadas de matérias-primas necessárias para o produto em questão e dos materiais necessários para a etapa subsequente de embalagem.
 

Os dados do pedido são vinculados diretamente ao processo em andamento. Ao mesmo tempo, os dados de produção e consumo são fornecidos ao sistema de nível superior. Graças à digitalização, o procedimento é o mesmo em todas as fábricas, o que significa que os dados de todos os processos de produção são completos, consistentes e comparáveis.

Digitalização para análises melhores

No futuro, a Spitz terá acesso a dados e análises precisos de todas as plantas e linhas de produção da fábrica de Attnang-Puchheim. Todos os níveis de enchimento de silo são registrados no novo sistema de produção conforme a batelada, juntamente com o tipo e a qualidade das matérias-primas. Depois de uma matéria-prima específica ser removida de um determinado silo ou palete, sua quantidade e o caminho que segue nas linhas de produção individuais são precisamente documentados.

Gerenciamento inteligente de receita

Além disso, em breve será possível adaptar as receitas individuais às propriedades das matérias-primas: por exemplo, teor de açúcar. A receita pode ser automaticamente recalculada e modificada para que o produto final tenha sempre o mesmo sabor, textura e aparência. Um efeito colateral bem-vindo é que não há possibilidade de usar a matéria-prima errada, porque o sistema verifica se o material sendo fornecido é, na verdade, parte do pedido. Se ocorrer um erro, o sistema emite imediatamente um alarme.

Energia e manutenção otimizadas

Para otimizar o processo em termos de operação e energia, a Spitz também utiliza o sistema de gerenciamento de energia da Siemens. Este sistema mostra claramente quanta energia está sendo usada e onde, e se a energia não utilizada está sendo perdida, por exemplo. No futuro, o monitoramento das condições também poderá desempenhar um papel importante na Spitz. Neste caso, sensores monitoram cada motor individualmente quanto à temperatura, acústica e vibração. Determinar a condição do motor dessa maneira facilita o agendamento dos ciclos de manutenção e garante a alta disponibilidade da máquina.

Para otimizar o processo em termos de operação e energia, a Spitz também utiliza o sistema de gerenciamento de energia da Siemens. Este sistema mostra claramente quanta energia está sendo usada e onde, e se a energia não utilizada está sendo perdida, por exemplo. No futuro, o monitoramento das condições também poderá desempenhar um papel importante na Spitz. Neste caso, sensores monitoram cada motor individualmente quanto à temperatura, acústica e vibração. Determinar a condição do motor dessa maneira facilita o agendamento dos ciclos de manutenção e garante a alta disponibilidade da máquina.
Walter Scherb Jr., CEO do Grupo Spitz

O Grupo Spitz desenvolve, produz, refina e comercializa alimentos e bebidas longa vida e não refrigerados de excelente qualidade há mais de 160 anos. A empresa pertence à família Scherb desde 1952. O Grupo Spitz atua tanto no segmento de produtos de marca quanto nas áreas de marcas próprias e coembalagem.

 

Desde a fundação da empresa, em 1857, seu portfólio de produtos vem expandindo continuadamente. Com pouco mais de 700 funcionários, o Grupo Spitz gera vendas de cerca de 250 milhões de euros, 50% das quais fora da Áustria. Todos os dias, 1,2 milhão de produtos, acondicionados em cerca de 2.000 paletes, deixam a fábrica em Attnang-Puchheim.

 

A Spitz quer continuar a crescer em seus principais mercados na Áustria e está continuamente se esforçando para melhorar e otimizar sua cadeia de valor. O foco no cliente, a liderança tecnológica e a valorização de seus funcionários são elementos centrais de sua cultura empresarial. Eles se refletem nos processos da empresa por meio do aprimoramento constante de produtos e fluxos de trabalho.

Quer saber mais?

Fique atualizado o tempo todo: tudo o que você precisa sobre transição energética, automação e digitalização! 

Receba nossa Newsletter com as principais notícias.

Inscreva-se agora!