Um sinal de fabricação digital

Em Chengdu, no coração do sudoeste da China, a Siemens opera uma das fábricas mais avançadas do país. De fato, em 2018, o Fórum Econômico Mundial reconheceu a “Siemens Electronic Works Chengdu” (SEWC) como uma das “fábricas mais avançadas” do mundo. Um exemplo do conceito da “Indústria 4.0”, esta fábrica demonstra como impulsionar a inovação com a digitalização e como compartilhar experiências e melhores práticas com mais de 10.000 parceiros da indústria todos os anos.

 

por Katrin Nikolaus

À primeira vista, Chengdu se parece com qualquer outra cidade industrial do sudoeste da China. Arranha-céus de concreto simples e rodovias com várias pistas cercam um pequeno distrito da cidade velha, onde você pode experimentar os alimentos picantes típicos da província de Sichuan e observar um estilo de vida um pouco mais aconchegante do que em Pequim. Mas, para muitos, esta cidade de 15 milhões de habitantes é uma cidade em expansão. Embora os baixos preços dos terrenos e os baixos salários em todo o país fossem o que originalmente atraía investidores, a região agora atrai empresas graças à sua expertise na área de digitalização, que é vasta em comparação com a média nacional. Muitos fabricantes de produtos de alta tecnologia estabeleceram operações aqui. Chengdu está provando que a inovação de alta tecnologia na China não é mais um privilégio da capital Pequim ou das principais cidades costeiras de Xangai e Shenzhen.

Milhares de visitantes por ano

Seguindo o conceito da fabricação digital, o qual consiste em aplicar tecnologias para desenvolvimento de produtos em modelos digitais, com auxílio de controles numéricos e inúmeros softwares e aplicativos, a Siemens Electronic Works Chengdu (SEWC) virou um exemplo brilhante de inovação.

 

Tanto que se tornou o ponto de contato mais representativo na China para empresas que desejam observar como podem digitalizar sua produção observando o processo em operação ao vivo, aplicando nelas mesmas o conceito de fabricação digital. E há muito interesse nisso. “Nossa fábrica recebe mais de 10.000 visitantes todos os anos”, disse o chefe da fábrica, Li Yong Li. “Delegações das principais operações industriais chinesas vêm à SEWC para descobrir quais benefícios a digitalização pode trazer aos fabricantes, e o que mais lhes interessa é como implementar a empresa digital.” Na SEWC, a produção é registrada, monitorada, analisada e otimizada - inteiramente por meios digitais. Essa é uma conquista que não passou despercebida. Em 2018, o Fórum Econômico Mundial nomeou a SEWC como "Farol da Manufatura" global, declarando-a uma das nove "fábricas mais avançadas" do mundo.

Em 2018, o Fórum Econômico Mundial reconheceu a SEWC como uma das “fábricas mais avançadas” do mundo.

“Nos últimos 5 anos, a SEWC implementou automação de produção, automação de fluxo de material e automação de fluxo de informação. Ela cresceu e se tornou um modelo para o futuro da manufatura em termos de velocidade, flexibilidade, qualidade, eficiência e segurança. Isso foi feito para maximizar os benefícios por meio de todo o gerenciamento do ciclo de vida do produto", disse Li. A característica marcante da fábrica é o nível tecnológico de sua produção. Hoje, um produto das famílias Simatic PLC, Simatic HMI e PCs industriais é produzido na fábrica a cada dois segundos. Desde 2013, a fábrica aumentou sua produtividade em 20% ao ano.

 

Todos os produtos da SEWC são projetados para monitorar, verificar, gerenciar e automatizar máquinas e fábricas, melhorando assim a qualidade do produto e economizando tempo e dinheiro. Eles gerenciam tudo, desde sistemas de bordo para navios de cruzeiro e processos de fabricação industrial na indústria automobilística até sistemas de teleférico. A Siemens é líder de mercado global nesta área. A planta tem uma classificação de qualidade de processo de 99,999%, com uma variedade de estações de teste que detectam um número muito pequeno de erros. Sessenta por cento da produção da SEWC é para o mercado da China, enquanto os 40% restantes vão para todo o mundo.

Mesmos Processos - Mesmos Princípios

As instalações de fabricação digital com tais classificações de qualidade de processo excepcionalmente altas geralmente não nascem da noite para o dia. E, de fato, o sucesso da SEWC dificilmente teria sido possível sem a fábrica de vitrine para a produção digital que a Siemens opera na Alemanha - sua fábrica de eletrônicos em Amberg ("EWA"), onde fabrica controladores lógicos programáveis (PLCs) Simatic desde 1989 e recentemente ganhou o prêmio “Industrie 4.0”.Manufacturing facilities with such exceptionally high process quality ratings are generally not born overnight. And indeed, SEWC’s success would hardly have been possible without the showcase factory for digital production that Siemens operates in Germany – its electronics plant in Amberg (“EWA”), where it has been manufacturing Simatic Programmable Logic Controllers (PLCs) since 1989 and recently won the “Industrie 4.0” award.

“Mapeamos os processos da fábrica de Amberg a Chengdu em uma base 1:1”, explica o Dr. Gunter Beitinger, que é responsável pelas unidades de negócios da fábrica digital da Siemens em Amberg, Fürth e Chengdu. De suas máquinas e ferramentas de software ao sistema de execução de manufatura Simatic IT, que registra e controla todos os aspectos do processo de produção do início ao fim em um nível virtual, o equipamento em Chengdu é projetado nos mesmos princípios e processos que os equipamentos da Fábrica da Amberg.

Otimização por meio da tecnologia Gêmeo Digital

A receita para o sucesso da EWA na Alemanha, que atrai muitos visitantes - incluindo a chanceler Angela Merkel - funciona da mesma forma em Chengdu. “Por exemplo, se um robô está soldando um conjunto em uma PCI, nossos sistemas primeiro verificam se a peça funciona corretamente antes de ser levada adiante”, explica Beitinger. “Em nossas fábricas, verificamos cada etapa do processo e cada componente quanto à qualidade e usamos algoritmos inteligentes para fazer isso”. O resultado é a estabilidade do processo combinada com alta qualidade. Porém, em muitas fábricas na China, a verificação de qualidade ocorre apenas no final do processo de fabricação, o que resulta em muito desperdício.

 

Além dos altos níveis de automação e controle de qualidade da instalação de Chengdu, todos os processos de produção são registrados digitalmente. O software é alimentado com cerca de 10 milhões de dados todos os dias, a maioria deles sendo informações de processo. Isso é usado para gerenciar os processos de produção e garantir a qualidade. Ele também apóia o trabalho de mais de cem engenheiros de P&D da SEWC que criam e aprimoram produtos para os mercados asiáticos. Eles colocam mais de 50 novos produtos em produção em massa a cada ano, vários dos quais receberam IF Design Awards.

O caminho da China para a fábrica digital

“Você dificilmente encontrará uma fábrica na China que opere nesse nível”, diz Beitinger. Embora a automação tenha feito um progresso considerável na indústria da China, um alto nível como o do SEWC só pode ser alcançado analisando com precisão os processos essenciais e otimizando-os passo a passo. Essa, acredita Beitinger, é a pré-condição para uma fábrica digital. Mas, mesmo assim, ele acrescenta: “Ninguém aqui está mais completamente no escuro sobre a Indústria 4.0”. Isso é demonstrado pela natureza específica das perguntas feitas pelas delegações de visitantes que passam pela fábrica todos os dias.

 

Muitas empresas chinesas estão fazendo esforços vigorosos para alcançar a Indústria 4.0 e se tornarem atuantes na fabricação digital. A China pode ver uma grande oportunidade no desenvolvimento de suas instalações de produção em fábricas digitais. O fluxo de visitantes pela SEWC não vai diminuir tão cedo.

23/01/2019

por Katrin Nikolaus

Créditos da imagem: do topo: 2. Imagem Panthermedia

Inscreva-se na Newsletter

Mantenha-se sempre atualizado: tudo que você precisa saber sobre eletrificação, automação e digitalização.