Integração contínua com o TIA Portal

Continuous Integration with TIA Portal

Melhore a qualidade dos programas e reduza os custos de engenharia na automação

No setor de TI, existem diversos métodos e processos para otimizar o desenvolvimento de programas e, ao mesmo tempo, melhorar a qualidade dos resultados. Um desses processos é a Integração Contínua, que também pode ser aplicada à engenharia de projetos de automação com o TIA Portal oferecendo inúmeros benefícios.

Padrões de TI na automação

Engenharia Multiusuário e desenvolvimento ágil na automação

Para reduzir os esforços de engenharia e acelerar o desenvolvimento de novas máquinas, mais e mais empresas estão se valendo do módulo Multiuser Engineering do TIA Portal, bem como os métodos de desenvolvimento ágeis normalmente utilizados em TI.
À primeira vista

Integração contínua à primeira vista

A integração contínua permite que os desenvolvedores integrem suas alterações no código-fonte base sempre que necessário, sendo que essas alterações podem ser geradas e testadas automaticamente.

Sistema de Engenharia

Vários programadores trabalham ao mesmo tempo em um projeto do TIA Portal. Eles desenvolvem os módulos de programa especificamente atribuídos a cada um deles, de acordo com o guia de programação padronizada. Graças à integração do fluxo de trabalho, o TIA Portal sistematicamente favorece a colaboração e o aumento da transparência relacionadas às mudanças dos programas.

Controle de Versões

O gerenciamento de versões serve para registrar alterações dos programas durante todo o ciclo de vida da máquina. Os benefícios mais importantes incluem o controle das alterações realizadas por vários programadores, transparência do fluxo de alterações, bem como o desenvolvimento simultâneo de um projeto através de vários ramos de desenvolvimento.

Integração Contínua

Um servidor de integração contínua pode gerar automaticamente uma nova compilação a partir dos módulos de programas individuais, testando automaticamente as funcionalidades existentes, bem como as funções recém implementadas. Os resultados dos testes são enviados aos programadores através de relatórios, forma que eles possam efetuar eventuais correções.

Inspiração encontra a automação: Desenvolvimento de programas com o TIA Portal

Grandes recursos do TIA Portal foram inspirados no mundo da TI: As equipes de desenvolvimento de programas utilizam a colaboração contínua há muito tempo. A solução para isso é a Integração Contínua - que basicamente significa "Otimização Contínua do Desenvolvimento de Programas".

 

Stefan Kläber, gerente de marketing de Softwares de Automação SIMATIC

Quatro etapas para maior agilidade

O caminho para a integração contínua

O caminho para a Integração Contínua é baseado na padronização, engenharia multiusuário e interdisciplinar, gerenciamento das mudanças de programas com controle de versões e Integração Contínua por meio de um ciclo que compreende a geração de projetos, testes de programas e validação dos resultados.

Quatro etapas para um fluxo de trabalho contínuo

Em um momento em que as máquinas estão se tornando cada vez mais complexas e os requisitos estão em constante crescimento, é ainda mais importante otimizar o desenvolvimento de programas na automação. Em muitos casos, alguns programadores não acompanharam o desenvolvimento inicial das máquinas - às vezes, entram em ação um pouco antes do startup, sem que o programa já esteja finalizado. Isso pode resultar em falhas no projeto e perdas financeiras. Metodologias como padronização, fluxos de trabalho automatizados e testes de funções automáticos e integrados ao processo de desenvolvimento podem ajudar a superar os desafios crescentes.

Fluxos de trabalho integrado para todas as disciplinas

Os programadores frequentemente atuam de forma independente de outros processos de trabalho e geralmente não começam a trabalhar no processo inicial de desenvolvimento da máquina. Como resultado, o programa do CLP muitas vezes não é testado antes da fase final de desenvolvimento de uma máquina, apesar do fato de que quanto mais tarde uma falha for detectada, mais complexo é para corrigi-la. Quando vários programadores trabalham em um projeto, frequentemente há falta de transparência quando se trata de mudanças. É por isso que o desenvolvimento deve ser padronizado com o objetivo de criar uma base de dados uniforme, fluxos de trabalho perfeitamente vinculados e interfaces integradas. Isso permite que todas as disciplinas trabalhem de forma eficiente, simultânea e confiável em um projeto de automação conjunto. 

Trabalho distribuído em equipes

Projetos de automação complexos são mais melhor implementados através de um eficiente trabalho em equipe. O tempo de engenharia é substancialmente reduzido e o esforço de coordenação é minimizado, graças ao gerenciamento, versionamento e armazenamento centralizado do projeto e da colaboração perfeita dessas funcionalidades nas fases de engenharia e comissionamento. Tudo isso é possível graças ao novo servidor de projetos e à função Multiuser Engineering do TIA Portal, que beneficiam não apenas pequenas equipes de automação, mas que também podem ser utilizados em diversos setores de uma empresa.

Versionando as mudanças do programa

Para se obter uma visão geral do processo de desenvolvimento, as alterações de programas devem ser documentadas de forma ampla. A equipe de automação deve ter transparência sobre todo o ciclo de vida da máquina e as alterações de programas devem ser rastreáveis. O controle de versões pode ser algo altamente sofisticado e executado de acordo com as necessidades dos programadores. As opções variam desde a administração manual por meio de bibliotecas do TIA Portal até repositórios externos que podem ser facilmente acessados por meio da nova Version Control Interface no TIA Portal V16.

Garantindo a qualidade dos programas

Para garantir a qualidade ideal dos programas, os testes funcionais devem ser componentes essenciais no processo de desenvolvimento. Graças aos diversos tipos de testes funcionais suportados pelo sistema, falhas de programação podem ser identificadas em um estágio inicial do desenvolvimento. Os testes funcionais podem ser baseados no hardware SIMATIC e nas tabelas de observação de variáveis do TIA Portal, porém isso funciona melhor através do PLCSIM Advanced. O gêmeo digital do controlador S7-1500 permite simular múltiplos programas sem a necessidade de equipamentos físicos reais. Isso significa que os testes funcionais também podem ser executados de forma simultânea e distribuída pela equipe de desenvolvimento. Com o TIA Portal Test Suite, testes unitários podem ser facilmente criados através da interface de usuário do TIA Portal e então serem repetidos quantas vezes forem necessárias. O comissionamento virtual é possível através da simulação do comportamento dinâmico da máquina através da integração de ferramentas como o SIMIT e o NX MCD com o PLCSIM Advanced.

Leia mais sobre esse tópico no artigo da Digital Engineering Magazine (EN)

Leia o Artigo

Aproveite os benefícios

Otimize a engenharia com a Integração Contínua

O ciclo de mudanças rápidas e a automatização dos testes funcionais reduzem os risco de falhas, melhoram a qualidade dos programas e tornam o processo de desenvolvimento transparente. Processos automatizados também garantem consistência e reduzem o tempo necessário da engenharia de automação.